Celebrações

Casamentos

«O Sacramento do Matrimónio é sinal da união de Cristo e da Igreja. Confere aos esposos a graça de se amarem com o amor com que Cristo amou a sua Igreja; a graça do Sacramento aperfeiçoa assim o amor humano dos esposos. Dá firmeza à sua unidade, indissolúvel e santifica-os no caminho da vida eterna». Catecismo da Igreja Católica, 1661.

Dado que o matrimónio é um sacramento este deverá ser celebrado no seu contexto mais próprio: a comunidade de origem ou de acolhimento. Os noivos deverão celebrar o seu matrimónio numa das paróquias de origem ou na paróquia onde tencionam residir.

Dependendo da vivência cristã (sacramental) de cada casal deverão também equacionar a oportunidade de celebrar o matrimónio com ou sem Missa.

De um modo excelente, a celebração do Matrimónio faz sentido que ocorra na comunidade cristã onde o casal tenciona constituir família, com Missa – imagem da aliança nupcial e aberto a toda a comunidade cristã que acompanhou o crescimento dos cônjuges, pois o matrimónio é um passo da maturidade de vida e uma resposta vocacional.

Com isto, antes de iniciar o pedido e processo de matrimónio no Templo-Monumento de Santa Luzia, sugerimos que reflitam.

 

Para agendar e celebrar o casamento no Santuário do Sagrado Coração de Jesus – Santa Luzia – deve-se ter em conta:

1. Para se definir o dia da celebração opte-se pela seguinte ordem de preferências:

  • o Domingo, ou dias Solenes, é o dia por excelência, pela forte relação entre a União Matrimónio e Mistério Pascal
  • Porém, atendendo ao contexto social e cultural, é comum a celebração do casamento em dia de Sábado, ou ainda nos restantes dias da semana.
  • Ao longo do ano existem algumas datas em que não é possível marcar casamento: Na Sexta-feira Santa, no Sábado Santo, na Solenidade do Sagrado Coração de Jesus e na Peregrinação Diocesana. É ainda desaconselhável no Tempo de Quaresma.

2. Na escolha da hora, os horários disponíveis para a celebração de casamento são:

  • Domingo: 12h30, 14h00 e 17h00;
  • Segunda a Sábado: 11h00, 12h30, 14h00 e 17h00;

3. A confirmação da data e hora é feita pelo Reitor e deverá ser presencial.

4. Convém estar a par dos Documentos necessários para o decorrer do processo:

  • Processo Religioso organizado na paróquia de residência de um dos noivos;
  • Certificado para Casamento na Conservatória de Registo Civil;
  • Identificação das Testemunhas (Padrinhos);
  • Licença da Cúria Diocesana;

No caso de residência no estrangeiro existem documentos adicionais e específicos de cada país.

5. Informam-se ainda as diferentes taxas a aplicar:

  • Paróquias de residência: (variável)
  • Paróquia de Santa Maria Maior – Sé: 50€
  • Cúria Diocesana: 75€
  • Santuário do Sagrado Coração de Jesus: 300€

6. A preparação do casamento envolve:

  • Reflexão profunda sobre o importante compromisso – pessoal e familiar – que os noivos estão prestes a dar, com diálogo entre eles e com os seus familiares, com partilha das inquietações e alegrias que a vida conjugal proporcionará.
  • Participação no Centro de Preparação para o Matrimónio (CPM), que proporciona, num conjunto de encontros entre casais de noivos, a partilha de experiências e a compreensão do matrimónio à luz da fé cristã.
  • presença em retiros e encontros, propostos pelo Santuário, pela Diocese ou noutras dioceses, que pretende ajudar a discernir e preparar o matrimónio. Deverão inteirar-se das propostas e participar.
  • Contacto próximo com o sacerdote, que assistirá ao casamento, para com ele prepararem todos os pormenores da celebração.

Batizados

O Batismo é o primeiro sacramento da iniciação cristã, continuado e complementado pela Confirmação e pela Eucaristia.

Todo aquele que é batizado torna-se nova criatura, Filho de Deus e membro da Igreja Templo do Espírito Santo, chamado a seguir e imitar Jesus Cristo.

Aos pais é confiada a responsabilidade de educar a criança na fé, para que ame a Deus e ao próximo a exemplo de Cristo.

Os padrinhos, pelo exemplo claro de vida conforme a fé cristã, têm por tarefa auxiliar os pais nesta missão educativa.

A comunidade cristã é o espaço onde a experiência de fé da criança se desenvolverá e tornará madura, daí a sua essencial importância.

Com isto, sugerimos – antes de iniciar o pedido e processo de batismo no Santuário do Sagrado Coração de Jesus – que reflitam:

  • Deverão privilegiar a Celebração do Batizado no ambiente comunitário (Eucaristia) da paróquia de origem (ou onde tencionam frequentar a catequese);
  • A escolha dos padrinhos deverá ser conforme o estabelecido pela Igreja – cristãos empenhados com claro exemplo de vida;
  • Os pais e padrinhos comprometem-se publicamente na educação cristã da criança;
  • O Batismo é apenas o primeiro sacramento da iniciação cristã.

Processo:

Para agendar e celebrar o batismo no Santuário do Sagrado Coração de Jesus deve-se ter em conta: 

1) Para se definir o dia da celebração opte-se pela seguinte ordem de preferências:

  • Domingos de Páscoa
  • Restantes Domingos do ano e dias festivos
  • Ao longo do ano existem algumas datas em que não é possível marcar batizado: na Semana Santa, na Solenidade do Sagrado Coração de Jesus e na Peregrinação Diocesana. É ainda desaconselhável no Tempo da Quaresma.

2) Na escolha da hora, os horários disponíveis para a celebração de casamentos são:

  • Domingos e Solenidades: 11h00 e 16h00;
  • Segunda e Sábado: 16h00.

 3) A confirmação da data e hora é feita com o Reitor e deverá ser presencial.

4) Convém estar a par dos Documentos necessários para o decorrer do processo:

  • Autorização da paróquia de residência;
  • Licença da Cúria Diocesana;
  • Atestados de Idoneidade dos Padrinhos;
  • Fotocópia do Boletim de Nascimento;

5) Informa-se ainda das diferentes taxas a aplicar:

  • Paróquias de residência: (variável)
  • Paróquia de Santa Maria Maior – Sé: 35
  • Cúria Diocesana: 40
  • Templo do Sagrado Coração de Jesus: 75 euros

6) A preparação para o batismo envolve:

  • Formação Teológica – no 2.º sábado de cada mês, Seminário Diocesano, decorre um encontro de formação para todos os pais e padrinhos de crianças a batizar nas semanas próximas. Deverão escolher a data mais conveniente;
  • Formação Celebrativa – nos dias próximos à celebração do batizado, os pais e padrinhos deverão reunir com o sacerdote, que presidirá à celebração, para prepararem todos os pormenores do batizado.

 

Grupos

O espaço de Santa Luzia dispõe de várias estruturas, desde a paisagem sobre a cidade de Viana do Castelo, o interior do Santuário, Capela de Adoração e Reconciliação, Museu, etc., ao serviço dos turistas e peregrino. Sempre que um grupo, em visita ao Templo-Monumento de Santa Luzia, deseja celebrar Eucaristia ou realizar algum momento de oração nos espaços sagrados, deverá solicitar marcação e cingir-se às orientações da Confraria. Para tal, o agendamento e a confirmação da data e hora deverão ser feitos com o Reitor.

Retiros

Ao longo do ano serão propostos vários momentos de reflexão, recoleção e retiros. A seu tempo, serão divulgadas as atividades.

Formação

As iniciativas de formação, em variados âmbitos, serão divulgadas oportunamente.

Marcação de serviços