Museu

Localizado no Jardim das Tílias, junto ao Templo, o Museu de Santa Luzia assume o importante papel de preservar, estudar e divulgar o património da Confraria de Santa Luzia. Criado em 2003, foi totalmente restruturado em 2018, dispondo de um novo espaço expositivo, reservas museológicas e arquivo histórico. O seu espólio é reflexo da história do alto do monte de Santa Luzia, acompanhando a evolução do culto desde uma pequena capela medieval até ao atual templo.

Da vasta coleção fazem parte obras em talha dourada e policromada, azulejaria, pintura a óleo sobre tela, fotografias, esculturas em madeira policromada, paramentaria, documentos gráficos, ourivesaria, cerâmica, entre outros, o que prova a riqueza histórica que a Confraria representa na cidade. O vasto espólio documental, que data desde 1884, acompanha a história deste local de culto.

Com uma vertente lúdica mas também educativa, aproxima-se da comunidade democratizando a cultura. Graças a uma programação diversificada, com exposições e atividades ao longo do ano, o visitante pode usufruir do espólio e conhecer a história do Templo. Esta não se encerra no edifício – converge nele. Para além de conservar e divulgar o património da Confraria de Santa Luzia, o museu desenvolve um permanente trabalho de investigação. Por marcação, o visitante poderá consultar o arquivo histórico e conhecer as reservas museológicas. O templo monumento dá assim aos visitantes a oportunidade não só de conhecer o seu passado, mas também de vivenciar o presente.

Horários

Aberto todos os dias das 09:00h às 20:00h.

Visitas guiadas

As visitas guiadas abrangem a igreja, galeria dos benfeitores e zimbório.

Destaques